Um ótimo momento para investir em publicidade

A tão temida e falada crise – que para alguns chegou mais cedo, para outros mais tarde – refletiu em várias áreas do mercado. A indústria encolheu, o poder econômico diminuiu, os investimentos cessaram, os gastos foram reduzidos, e as únicas coisas que aumentaram, infelizmente, foram os preços e o desemprego.

O pessimismo e o medo que tomaram conta de muitos gestores e empresários fizeram muitas vítimas, entre elas, o marketing e a publicidade, que tradicionalmente em épocas de recessão e dificuldades econômicas, têm suas verbas reduzidas ou extintas. Uma visão limitada de quem enxerga comunicação como gasto, e não como investimento.

Mas é em meio a essa onda de cortes e reduções de verbas que se encontra uma oportunidade de fazer a diferença. Pois enquanto muitas marcas deixam a propaganda de lado, algumas se aproveitam do momento para aparecer, fortalecer sua imagem e se aproximar do seu público.  Afinal, se a crise pegou todo mundo, dizer ao cliente que você está junto com ele e que juntos irão superar o momento é uma maneira de estreitar o relacionamento.

É aquela velha história de estar junto nos bons e maus momentos. E se esse apelo emocional não for o suficiente para convencer você de que agora é o melhor momento para investir em propaganda, a razão dos números solidifica a afirmação.

Prova disso é o resultado da pesquisa encomendada pela Deloitte* para a Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap). Segundo o estudo, cada R$ 1,00 investido em publicidade gera, em média, R$ 10,69 em retorno. O estudo aponta também que a cada variação de 1% no investimento em publicidade, existe uma variação de 0,07% no PIB (Produto Interno Bruto) per capita. Ou seja, a crise já não é mais desculpa para deixar de investir em marketing, comunicação e publicidade. Logo, empresas que têm o crescimento como desejo, precisam considerar a publicidade como uma necessidade, incluindo-a em seu planejamento e estratégia, e tirando-a da lista de primeiros cortes.

Tão importante quanto ser visto para ser lembrado, é não ser esquecido. E, fatalmente, quem não se comunica, cai no esquecimento. Para reforçar ainda mais os números que atestam a eficácia da propaganda, vale lembrar que enquanto você corta ou pensa em cortar investimentos nessa área, algum concorrente está fazendo exatamente o contrário, e quando a crise passar, talvez seja tarde para você correr atrás.

Segundo o economista Ricardo Amorim, a crise é a melhor hora para realizar investimentos. O medo, o pessimismo e as incertezas travam o mercado, a concorrência diminui e, geralmente, é nessas horas que alguém sai da mesmice, nada contra a corrente e ousa fazer a diferença. Você já deve ter visto casos de empresas que usaram a crise como oportunidade para crescer.  Isso existe, é possível e, acredite, pode acontecer com a sua marca.

Por isso, vale dizer mais uma vez: agora é um ótimo momento para investir em propaganda.

 

*A Delloite é uma organização internacional que atua de maneira colaborativa e independente nas mais diversas áreas, entregando serviços de AuditoriaConsultoriaAssessoria FinanceiraRisk AdvisoryConsultoria Tributária.